marcenaria para crianças

O clássico nunca perde seu charme; quando crianças estão envolvidas, tudo se torna mais puro, interessante e divertido. Juliana Câmara é mãe do Pedro, de 7 anos, e navegando por um aplicativo de atividades culturais de Belo Horizonte, encontrou a possibilidade de introduzir seu filho no movimento maker:

O movimento maker se traduz em uma oficina de marcenaria para crianças realizada pelo FAZ, um MakerSpace da capital que promove várias atividades nesse sentido. Juliana, então, encontrou a chance perfeita para Pedro ter seu primeiro contato com ferramentas, através da marcenaria para crianças, e soltar a imaginação para criar algo a seu gosto.

Acompanhado pela mãe e por profissionais, lá foi ele, empolgado e participativo, construir seu próprio tabuleiro de xadrez, além de uma bandeja de madeira. —  “Nós gostamos muito de experimentar novidades, e o interesse por essas atividades criativas vem de família. Há um tempo o Pedro manifestou querer um tabuleiro de jogo, e fazer um com seu próprio nome o deixou muito feliz”, conta Juliana.

 

Marcenaria para crianças: o movimento maker

Parte da cultura do Faça Você Mesmo (Do It Yourself, em inglês), o movimento maker é aquele que coloca todo o poder de produção, criação e construção no próprio consumidor. Mais do que comprar, nós somos capazes de inventar nossas próprias peças, com a vantagem de inserir a nossa personalidade nos objetos, ter custos reduzidos e, é claro, dar asas à imaginação.

A execução de todo o processo foi facilitada pela popularização de tecnologias como a máquina CNC, que faz cortes computadorizados, e a impressão 3D. Mas, mais importante do que os avanços tecnológicos em si, o compartilhamento das informações e ideias é o que fortalece o movimento.

Segundo Juliana, “construir nossas próprias coisas significa realização e independência. As crianças devem aprender a pensar e realizar, e nosso papel, enquanto pais, é de prepará-las para um futuro cheio de possibilidades”.

Sem dúvidas, iniciativas como a Oficina de Marcenaria para Crianças são essenciais para despertar o interesse dos pequenos. Além de entrarem em contato com novas ferramentas, elas percebem que têm capacidade e autonomia para concretizar seus projetos, como foi o caso do Pedro e seu tabuleiro.

 

A tecnologia como aliada da educação

Uma discussão importante dos tempos de hoje é o limite de uso das tecnologias. As crianças têm contato cada vez mais cedo à tecnologia: celular, tablet, computador, videogame… os pequenos dominam tudo em um piscar de olhos, o que, muitas vezes, preocupa os pais.

Exercer certo controle sobre o conteúdo ao qual seu filho tem acesso é fundamental, mas já não se pode separar os aparelhos digitais da educação contemporânea, portanto, a saída é saber tirar proveito dos benefícios que as tecnologias trazem, sem deixar de resgatar valores e brincadeiras clássicos da infância.

Aplicativos para sala de aula, jogos educativos e até máquinas que ajudam a produzir um tabuleiro de xadrez: a tecnologia proporciona isso e muito mais. Desfrutar de momentos em família e ter liberdade para criar são outros desdobramentos notáveis proporcionados pela Oficina de Marcenaria para crianças.

Construir brinquedos é muito legal, mas existe algo muito maior que é construído em momentos como este: laços, memórias e independência para os pais e, principalmente, para as crianças.  

Quer mais informações sobre casa, decoração, mercado imobiliário e tendências? Siga a Canopus no Facebook e Instagram!