As recentes quedas nas taxas de juros do financiamento imobiliário no país fez reacender o sonho relacionado à compra de um apartamento em muita gente; afinal, a casa própria ainda figura entre os principais objetivos de vida dos brasileiros.

Um apartamento próprio proporciona uma sensação que vai muito além do sabor da conquista, representando também maior qualidade de vida e a liberdade de sair do aluguel.

E você, está no caminho de comprar o primeiro apartamento? Se respondeu sim, então você está no lugar certo, pois preparamos um guia especial de planejamento financeiro para te ajudar a comprar o seu primeiro apartamento.

Acompanhe esse guia até o final e confira tudo o que você precisa saber sobre o assunto!

Primeiro de tudo: como definir o imóvel ideal?

A escolha do primeiro apartamento, na maioria das vezes, não é uma tarefa fácil. São tantas opções e dúvidas durante o processo de escolha que fica difícil definir o imóvel ideal, não é mesmo?

No entanto, a definição do imóvel desejado é um dos passos mais importantes para quem deseja montar um planejamento financeiro para comprar o primeiro apartamento.

Para ajudar no seu processo de escolha, você pode utilizar como filtro um pequeno passo a passo, semelhante ao apresentado abaixo:

1. Avalie o seu orçamento e o valor limite do futuro imóvel: para definir o imóvel ideal para a realização do seu sonho do apartamento próprio, elabore um orçamento completo e defina quanto você pode comprometer da sua renda mensal.

Indispensável dizer que o valor do seu futuro imóvel precisa ficar dentro do seu orçamento. O ideal é que as parcelas mensais não podem comprometer mais que 30% da sua renda.

2.  Defina detalhes sobre o imóvel: após definir o orçamento disponível para as parcelas e compra do apartamento, é hora de pensar nos detalhes do imóvel desejado.

Quais são as características do apartamento que você sempre sonhou e atende às suas necessidades? Defina, por exemplo, o número de quartos desejados.

3. Escolha os bairros de sua preferência e a localização ideal: após definir o seu orçamento e as características do seu futuro apartamento, é hora de pensar nos bairros de sua preferência e na localização do imóvel.

Tenha preferência por apartamentos que reúnam qualidade construtiva, comodidades e localização privilegiada, próximo a estações de metrô, terminais urbanos, padarias, farmácias e supermercados. A mobilidade, para muitas pessoas, é fator decisivo na hora de escolher o lugar de morar.

Agora que você já tem uma ideia das suas condições de pagamento e sobre as características do apartamento dos seus sonhos, é hora de saber mais sobre as condições de financiamento.

Tipos de financiamento imobiliário

Conhecer e escolher a melhor opção de financiamento do mercado, é um passo importante para a compra do primeiro apartamento.

Atualmente, temos três opções de financiamento no país, que são:

  • Sistema Financeiro de Habitação – SFH;
  • Sistema Financeiro Imobiliário – SFI;
  • Programa Casa Verde e Amarela.

Pensando em realizar o sonho de comprar o primeiro apartamento?

É hora de conhecer mais sobre cada modalidade de financiamento e escolher aquela que melhor se encaixa no seu perfil e planejamento financeiro.

Sistema Financeiro de Habitação – SFH

Idealizado pelo governo federal para facilitar o acesso da população ao financiamento da casa própria, o Sistema Financeiro de Habitação, também conhecido como SFH, é destinado ao financiamento de imóveis avaliados em até R$ 950 mil.

O SFH conta com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço – FGTS e do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos – SBPE.

Essa modalidade de financiamento habitacional reúne as seguintes características:

  • valor dos imóveis financiados: até R$ 950 mil
  • valor máximo das parcelas: 30% da renda mensal do contratante;
  • prazo de financiamento: até 420 meses (35 anos);
  • taxa de juros: limitada a 12% a.a;
  • percentual máximo do financiamento: 80% para imóveis novos e 70% para imóveis usados.

Sistema Financeiro Imobiliário – SFI

Também idealizado pelo governo federal, o Sistema Financeiro Imobiliário, ou simplesmente SFI, é destinado ao financiamento de imóveis em valor superior a R$ 950 mil.

O SFI, que conta com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos – SBPE para custeio dos financiamentos, reúne as seguintes características:

  • valor dos imóveis financiados: acima de R$ 950 mil
  • valor máximo das parcelas: não há limite de comprometimento da renda;
  • prazo de financiamento: até 420 meses (35 anos);
  • taxa de juros: limitada a 12% a.a;
  • percentual máximo do financiamento: até 90% do valor do imóvel.

Casa Verde e Amarela

Por sua vez, o Casa Verde e Amarela é um programa de financiamento habitacional que nasceu com o objetivo de facilitar o acesso da parcela da população com renda de até R$ 7 mil à moradia própria.

Instituído pelo Governo Federal, o Casa Verde e Amarela utiliza recursos do FGTS, oferece subsídios e taxas de juros reduzidas, sendo considerado um sucessor do Minha Casa, Minha Vida.

O Casa Verde e Amarela conta com três faixas de renda e financiamento, são elas:

Faixa 1,5: destinado a famílias com renda bruta mensal de até R$ 2 mil, essa faixa de financiamento conta com subsídio de até R$ 47.500,00 e taxa de juros a partir de 4,5% ao ano.

Faixa 2: destinado a famílias com renda bruta mensal de até R$ 4 mil, essa faixa de financiamento conta com subsídio de até R$ 29.000,00 e taxa de juros a partir de 5% ao ano.

Faixa 3: destinado a famílias com renda bruta mensal de até R$ 7 mil, essa faixa de financiamento conta com taxa de juros a partir de 7,66% ao ano.

Como usar o FGTS para comprar o primeiro apartamento

Como vimos no tópico anterior, são várias as opções de financiamento para quem deseja comprar o primeiro apartamento.

Dentre as opções, é possível encontrar prazos flexíveis de pagamento, juros reduzidos e até mesmo subsídios do Governo Federal.

Você também pode utilizar o saldo do FGTS na compra do seu apartamento. Ele pode ser utilizado tanto na entrada quanto para abater as parcelas e o saldo devedor do financiamento.

De acordo com a Caixa Econômica Federal, o FGTS pode ser liberado para a compra do primeiro apartamento nas seguintes condições:

  • ter no mínimo três anos de trabalho sob o regime do FGTS;
  • não possuir financiamento ativo no Sistema Financeiro de Habitação (SFH);
  • não ser proprietário de imóvel residencial.

Todos aqueles que se enquadram nas condições, podem utilizar parte ou o saldo total do FGTS para aquisição do primeiro apartamento.

Conheça o Today Smart Life

Buscando o seu primeiro apartamento? Conheça os empreendimentos da linha Today Smart Life, da Canopus, com apartamentos sempre próximos ao metrô, com qualidade de construção e acabamento pensados em cada detalhe e muita segurança.

São inúmeros itens de lazer, qualidade e preço acessível para quem quer aproveitar ao máximo o novo lar.

Conheça alguns benefícios do Today Smart Life:

  • Localização privilegiada;
  • Preço acessível;
  • Acabamento de alta qualidade;
  • Fechadura biométrica;
  • Tomada USB nos apartamentos;
  • Elevadores com baixo consumo de energia;
  • Vasos sanitários com sistema dual flux;
  • Sistema de coleta de água da chuva;
  • Sensor de presença e iluminação em LED.

A linha de apartamentos Today Smart Life está presente nas melhores localizações de São Paulo. Clique aqui, acesse o site e escolha o seu!